ZxBackup: Incremental migration with ZeXtras Backup/pt

From ZeXtras Suite Wiki

Jump to: navigation, search
Língua: English  • español • português
ZxBackup logo box.png
Available since version: 0.87
Latest Version: 2.12.2
Released on: January 2nd, 2019
Compatibility List
Admin Guide
FAQ
Troubleshooting
Backup Initialization
ZspBackup logo box.png

Descrição

  • Este guia mostra como fazer uma migração incremental usando ZeXtras Backup.
  • Foi pensada especialmente para a migração em um ambiente de produção minimizando o tempo morto, e para que seja transparente para os usuários.
  • Se é planejada corretamente, seu sistema de correio não sofrirá parada nenhuma, e o impacto para os usuários será praticamente nulo.
  • Todos os comandos CLI neste guia se devem executar como usuário Zimbra a menos que se especifique o contrário.

O que será migrado?

  • E-mails e pastas
  • Contatos e livro de endereços
  • Apontamentos e Calendários
  • Tarefas e listas de tarefas
  • Arquivos e Porta-arquivos
  • Informação compartilhada
  • Preferências de usuário
  • Configuração de usuário.
  • Configuração das classes de serviço
  • Configuração de domínio.

O que não será migrado?

  • Configuração do servidor.
  • Configuração global.
  • Personalizações (Postfix, Jetty, etc.).
  • Elementos movidos ou apagados durante o processo não serão movidos ou apagados no server de destino.
  • Preferências (ex. passwords) mudadas durante o processo serão resetadas em cada importação.
Warning.png Atenção!

A migração incremental não foi desenhada para configurar um servidor em espelhamento. Ao usar múltiplas importações para criar uma copia em espelhamento do servidor origem, não se criará como tal, pois não se apaga nada durante o processo de importação.


Verificação previa á migração

Perguntas freqüentes e solução de problemas

Leia cuidadosamente as seções ZxBackup Troubleshooting e ZxBackup FAQs antes de fazer uma migração incremental.

Servidores

  • O servidor de origem: Qualquer servidor Zimbra pode ser a origem da migração, sempre que utilizar a versão Zimbra 6.0.7 ou superior.
  • O servidor de destino: Qualquer servidor Zimbra pode ser usado como destino , sempre que utilizar a versão Zimbras 6.0.7 ou superior.

Certifique-se de ter acesso root em ambos os servidores, e de ter lido "ZxBackup: External Restore - Antes de começar" para dicas sobre o rendimento na importação.

Armazenamento

  • No server de origem: se ZeXtras Backup não estiver habilitado, certifique-se que o espaço livre no disco seja comparável ao tamanho da pasta /opt/zimbra/store/ (a informação exportada é comprimida mediante o algoritmo gzip, e todos os elementos Zimbra são de-duplicados, geralmente reduzindo o tamanho do exportado para um 70% do original).
  • No server destino: certifique-se de ter espaço livre maior a /opt/zimbra/store/ e da pasta "export" combinados no server de origem.

Transferência de dados

Rsync é o metodo que nós escolhimos para transferir os dados, pois combina conveniência e velocidade, mas tem a possibilidade de transferir de outra maneira.

A transferência principal se executa enquanto o server de origem ainda está ativo e funcional. Mas a transferência se faz via network; porisso planeje cuidadosamente a transferência daquí para a frente, assim terá transferido todos os datos antes de migrar.

Modos alternativos de transferência

Todo o que abrange movimento físico das unidades está bem sempre que satisfaça as suas necessidades.

 "Nunca sub-estime o largo de banda de uma camionete cheia de fitas a toda velocidade pela auto-estrada".
--Tanenbaum, Andrew S. (1996). Computer Networks. New Jersey: Prentice-Hall. p. 83. ISBN 0-13-349945-6.

DNS

Estabeleça o valor TTL do seu registro MX em 300 no seu DNS "real". Isto permitirá uma mudança rápida entre servidores de origem e destino.

Configuração

Primeiro passo: verificações de coerência

Para evitar cualquer problema relacionado com os dados execute as seguintes verificações no server de origem:

  • zmblobchk: este comando verifica a consistência entre os metadados Zimbra e BLOBs.
  • zmdbintegrityreport: este comando verifica a integridade da base de datos Zimbra.

Repare cualquer erro achado como se decreve na documentação oficial de Zimbra.

Se recomenda executar um reindex de todas as caixas de correio.

Segúndo passo: configuração de ZeXtras Suite

Só para servers nos quais ZeXtras Backup não foi inicializado nem se está executando Instale ZeXtras Suite em ambos os servidores:

[execute este comando como Root]
wget http://www.zextras.com/download/zextras_suite-latest.tgz
tar zxvf zextras_suite-latest.tgz
cd zextras_suite-[version]
./install.sh all

Desabilite o Real Time Scanner em ambos os servidores:

zxsuite backup setProperty ZxBackup_RealTimeScanner false

Recomenda-se um dispositivo dedicado para a exportação dos dados para melhorar o desempenho da exportação e diminuir o impacto no desempenho do sistema em operação.

Tal dispositivo se deve montar em /opt/zimbra/backup/ e o usuário Zimbra deve ter permissões de letura/escrita nele

Terceiro passo: Exportação de dados (FullScan)

Execute um FullScan no server de origem:

zxsuite backup doFullScan

Todos os dados se exportarão no caminho do backup padrão (/opt/zimbra/backup/zextras/).

Dica: Exportação de domínios individuais

Pode também escolher migrar um ou mais domínios em lugar de todos eles. Para fazê-lo execute o seguiente comando em vez do FullScan:

zxsuite backup doExport /path/to/export/folder/ domains yourdomain.com,yourdomain2.com[..]

Tenha em conta que se inicia com o método do "FullScan" terá de continuar a migração com este método; e se inicia com "Domínio ùnico" deverá comcluí-la com esse outro. Ámbos os métodos não se podem misturar.

Exportar dados (FullScan) desde o Zimlet ZeXtras

Pode escolher também exportar os dados usando o zimlet ZeXtras seguindo ESTE guia.

Quarto passo: sincronização dos dados

Warning.png Atenção!

Quando forem movidos dados exportados para o server de destino, certifique-se que a pasta de destino não seja o caminho do backup de ZxBackup, para evitar qualquer problema se ja tiver ZxBackup ou planeja tê-lo no server de destino.

(pode adiar este passo se escolher a transferência por outros métodos que não seja a través de rsync)

Usando rsync, copie a informação de /opt/zimbra/backup/zextras/ numa pasta do server de destino (certifique-se que o usuário Zimbra tenha permissão de leitura/escrita em dita pasta). Use um multiplexor terminal como screen o tmux; este comando de processo pode levar MUITO tempo dependendo da velocidade da rede e da quantidade de informação involucrada.

[Execute este comando como Root]
rsync -avH /opt/zimbra/backup/zextras/ root@desinationserver:/path/for/the/data/

Método alternativo de sincronização

Enquanto o método sugerido é apropriado para situações nas quais há um largo de banda grande, a primeira sincronização pode envolver muita informação. Se achar que o método rsync é muito lento, pode considerar mover físicamente o dispositivo (ou o mesmo arquivo de disco se executado numa máquina virtual).

Depois de mover o disco pode montá-lo remotamente no server de destino (Ex. com SSHFS), pois a sincronização adicional requerida para a migração envolverá muita menos informação. Nesse caso certifique-se de re-montar o dispositivo no server de origen como /opt/zimbra/backup/zextras/ com todas as devidas permissões.

Quinto paso: primeira importação

Importe todos os dados no server de destino:

zxsuite backup doExternalRestore /path/for/the/data/

Agora relaxe enquanto ZeXtras Suite importa a informação no servidor de destino.

Atenção: não edite nem exclua os arquivos de mapeo depois deste ponto pois se o fizer causará problemas de duplicação de elementos e bloqueará com certeza o processo de migração.

Primeira importação mediante o zimlet ZeXtras

Pode também escolher importar os dados usando o zimlet ZeXtras seguindo ESTE guia. Quando importar com o zimlet ZeXtras, certifique-se de tirar todas as contas do sistema (GalSync, Ham, Spam, Quarantena etc.) da lista de contas importadas.

Quinto passo (alternativo): Primeira importação para grandes migraçoes [usuários AVANÇADOS]

Se você vai migrar uma quantidade muito grande de informação onde a importação/exportação dura horas e inclusive dias, há um modo alternativo de levar a migração daqui para a frente.

Em vez de importar toda a informação no server de destino, você pode executar uma importação de "Apenas Aprovisionamento" que criará apenas Domínios, Classes de Serviço e Contas no server de destino, evitando o conteúdo das caixas.

zxsuite backup doExternalRestore /path/for/the/data/ provisioning_only TRUE

Depois de fazer isso, troque o fluxo dos emails para o novo server, e quando acabar inicie a verdadeira importação.

zxsuite backup doExternalRestore /path/for/the/data/

Desta maneira os usuários irão se conectar ao novo server onde chegarão os novos emails enquanto os antigos estão sendo restaurados.


Este método tem prós e contras:

Prós

  • Os elementos são importados uma única vez e jamais são modificados ou excluídos. O uso deste método fará com que hajam menos discrepâncias se comparado com a migração incremental "normal";
  • Esta é a opção que tem menos impacto no server de orígem;

Contras

  • Dependendo do tempo da operação, este método tem um impacto maior nos usuários devido ao fato de que os dados são restaurados ENQUANTO eles trabalham com o email.
  • A importação é feita em um sistema em execução, pelo que poderia se experimentar lentidão.
Warning.png Atenção!

Tenha em conta que não há volta atrás!

Uma vez que as configurações do firewall ou dos DNS são mudadas não há práticamente maneira de voltar para atrás; levará muito trabalho.

Preste atenção a coisas como:

  • Tamanho dos discos
  • Estado do sistema de arquivos
  • Estado dos BLOBs e do Database
  • Configurações corretas da JVM (Java Virtual Machine) Zimbra (heap size e PermGen/MaxPermGen)

A situação até agora

Até agora a maior parte da informação foi importada no server de destino. O server de orígem ainda está ativo e funcionando e vocẽ está ja quase fazendo a migração.

A migração

Sexto passo: check-up de pre-migração

Antes de mudar o fluxo de mails certifique-se SEMPRE que o novo server esteja pronto para ficar ativo (verifique o firewall, configuração DNS, sistema de segurança, etc.)

Setimo passo: a mudança

Aqui está! o momento da migração chegou! Ao final deste passo o server destino estará ativo e funcionando.

  • Repita os passos 3, 4 e 5 (so a nova informação será exportada e sincronizada)
  • Mude o fluxo de mails para o novo server.
  • Quando não chegarem mais e-mails no server de origem repita os passos 3, 4 e 5.

O server destino agora está ativo e funcionando.

Oitavo passo: verificação post-migração

Execute o seguiente comando para inconsistências de compartilhamento.

zxsuite backup doCheckShares

Nono passo: Galsync

Apague qualquer conta GalSync importada do console Zimbra, creie novas contas GalSync em todos os domínios importados e logo reinicie todas as contas GalSync com o seguinte comando:

zmgsautil forceSync -a galsync.randomstring@domain.com -n [resourcename]

Décimo passo: Deduplicação de mensagens

É recomendável executar uma Deduplicação das mensagens mediante ZeXtras Powerstore para poupar espaço em disco.

Por último

A migração está finalizada. Agora tem duas opções:

  • Desinstalar ZeXtras Suite
  • Iniciar ZeXtras Backup e começar a usar esta tremenda ferramenta chamada ZeXtras Suite ;)

Perguntas freqüentes sobre migração incremental

Preciso de uma licença válida para fazer uma migração incremental?

Sim. Pode ser uma licença Trial ou uma comprada.

O que será migrado?

Quase tudo exceito a configuração do server. Isto Inclui:

  • Informação de usuário
  • Preferências de usuário
  • Configuração da COS
  • Configuração de domínio

Perderei meus compartilhamentos? terei de configurar novamente meus compartilhamentos?

De jeito nenhum!

Deveria eu transferir os dados exportados entre meus servers?

Como foi dito antes, tudo o que satisfaça as suas necessidades está ótimo. Somente precisa ter muita certeza de quais são essas necessidades ;)

Tem que mover informação de maneira rápida? Mover físicamente um disco USB entre os servers pode não ser tão boa ideia...

Tem que mover informação de maneira segura? Montar a pasta de exportação usando SSHFS no server de destino também não pode ser boa ideia se a conexão a internet é um pouco lenta...

Em definitiva cada caso é diferente. Faça a sua escolha.

Personal tools